Nerdices

Afinal, o que é o Dia da Toalha?

DDT20122031

Dia 25 de Maio a partir de um momento começou a ser conhecido como o Dia da Toalha, ou dia do Orgulho Nerd, e hoje vou tentar desvendar junto com vocês, quando isso aconteceu.

As referências são muitas, e muitas delas você já viu em séries e filmes. O que muitas pessoas não sabem é que esse dia foi escolhido para homenagear um autor magnífico chamado Douglas Adams, e claro que um autor com as obras que ele tem merecia um dia que se tornaria o dia de todo o orgulho nerd.

Douglas Adams escreveu a série de livros do “Guia do Mochileiro das Galáxias” e se você não leu os livros, com certeza assistiu o filme de mesmo título que saiu em 2005, com a Zooey Deschanel e Martin Freeman, mas vamos continuar a história, já volto ao filme.

514775-970x600-1

Douglas Adams nasceu em Cambridge/Inglaterra em 11 de Março de 1952, ele era escritor e comediante, e escreveu roteiros para Monty Phyton e para Doctor Who. Ele se formou em Literatura Inglesa e após a faculdade decidiu ser um mochileiro viajando pela Europa, numa dessa viagens, olhando as estrelas e com o guia de viagens europeu em mãos, ele teve um insight da criação de toda sua obra, por quê não um guia mais abrangente, um guia das galáxias? Assim que ele voltou para a Inglaterra, começou a dar vida a essa ideia com um programa de rádio falando de ficção científica e contando várias histórias sobre o fim da Terra.

Logo após ele lançou a saga do Guia, com 5 livros, muito divertidos, e não pense que eles são só cheios de ficção científica e você não vai entender nada, não, são livros muito engraçados, cheios de ironias à política, burocracias, celebridades, pessoas e suas manias, o que não o deixa de se tornar um livro complexo em que o humor o deixa mais leve.

Os cinco livros são:

  • O Guia do Mochileiro das Galáxias
  • O Restaurante no Fim do Universo (estou lendo esse)
  • A Vida, o Universo e Tudo Mais
  • Até Logo, e Obrigado Pelos Peixes
  • Praticamente Inofensiva

A saga de livros conta a história de Arthur Dent e seus amigos em aventuras pela galáxia e pelo tempo. No primeiro livro, que depois se tornou filme, a Terra vai ser destruída para ser construída uma rodovia galática no lugar, Arthur Dent tem a sorte de que seu vizinho é um alienígena chamado Ford Prefect que está na Terra coletando informações para o guia do mochileiro das galáxias, e o leva junto, antes do planeta ser destruído. É aí que as aventuras começam, mas antes de irem, Ford diz para Dent levar sua toalha, mas por que a toalha?  Pelas próprias palavras do livro:

Segundo ele, a toalha é um dos objetos mais úteis para um mochileiro interestelar. Em parte devido a seu valor prático: você pode usar a toalha como agasalho quando atravessar as frias luas de Beta de Jagla; pode deitar-se sobre ela nas reluzentes praias de areia marmórea de Santragino V, respirando os inebriantes vapores marítimos; você pode dormir debaixo dela sob as estrelas que brilham avermelhadas no mundo desértico de Kakrafoon; pode usá-la como vela para descer numa mini jangada as águas lentas e pesadas do rio Moth; pode umedecê-la e utilizá-la para lutar em um combate corpo a corpo; enrolá-la em torno da cabeça para proteger-se de emanações tóxicas ou para evitar o olhar da Terrível Besta Voraz de Traal (um animal estonteantemente burro, que acha que, se você não pode vê-lo, ele também não pode ver você -estúpido feito uma anta, mas muito, muito voraz); você pode agitar a toalha em situações de emergência para pedir socorro; e naturalmente pode usá-la para enxugar-se com ela se ainda estiver razoavelmente limpa.

Porém o mais importante é o imenso valor psicológico da toalha. Por algum motivo, quando um estrito (isto é, um não-mochileiro) descobre que um mochileiro tem uma toalha, ele automaticamente conclui que ele tem também escova de dentes, esponja, sabonete, lata de biscoitos, garrafinha de aguardente, bússola, mapa, barbante, repelente, capa de chuva, traje espacial, etc, etc. Além disso, o estrito terá prazer em emprestar ao mochileiro qualquer um desses objetos, ou muitos outros, que o mochileiro por acaso tenha “acidentalmente perdido”. O que o estrito vai pensar é que, se um sujeito é capaz de rodar por toda a Galáxia, acampar, pedir carona, lutar contra terríveis obstáculos, dar a volta por cima e ainda assim saber onde está sua toalha, esse sujeito claramente merece respeito.

O que muita gente não sabe, é que lá na época que Douglas Adams era mochileiro, ele descobriu da pior forma como era importante levar uma toalha consigo nas viagens, ele sempre perdia suas toalhas, por isso essa importância no livro. E afinal, um homem prevenido, é um homem de respeito.

Infelizmente Douglas Adams, faleceu no dia 11 de maio de 2001, ainda bem jovem, com 49 anos, deixando alguns dos livros preferidos de todos os nerds, e muitas histórias ainda por contar. Os fãs queriam uma forma de homenagear ele, e nada melhor do que levar uma toalha por aí durante todo um dia, seja como turbante, seja como capa, e o dia 25 de maio foi então escolhido, no mesmo ano de seu falecimento.

Também se pensou em fazer o Dia da Toalha, 42 dias depois do falecimento de Douglas, já que 42 é a resposta para a questão fundamental da vida, o universo e tudo mais, de acordo com a saga de livros. Mas o dia 25 pegou e ficou esse dia, uma forma bonita de homenagear o autor, e também todos os fãs de leitura, filmes, games, aqueles que são denominados nerds e aqueles que dizem que não são nerds, mas gostam de tudo isso também!

O dia 25 de maio também é chamado de Dia do Orgulho Nerd, por ser também o dia da première do primeiro filme da série Star Wars Episódio IV: Uma Nova Esperança, em 25 de maio de 1977.

1464111304245-nerd

O filme do Guia do Mochileiro das Galáxias, foi lançado em 2005, e dizem que Douglas Adams chegou a revisar o roteiro  e deu seu aval. Apesar de algumas pessoas não gostarem da forma como a história foi contada nos cinemas, o filme é bastante divertido  e uma ótima forma de você se envolver com as histórias de Douglas e começar a ler os livros.

Em 2009, Eoin Colfer, conhecido pela série de livros de Artemis Fowl, lançou o livro “E tem outra coisa…”, continuação da saga de livros de Douglas, o qual ele teve permissão da viúva do autor para escrever.

Pois é, se tornou uma bela forma e divertida de celebrar a memória de um autor que nos faz chorar de tanto rir com suas histórias.

Espero que tenham gostado de descobrir do que se trata esse dia especial, e não esqueçam suas toalhas!

Até logo! vivi toalha

 

 

Anúncios

2 comentários em “Afinal, o que é o Dia da Toalha?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s