Empoderamento Feminino · Séries

Mulher Padrão Para de Me fud#!

web92086

Eu estava pensando em escrever sobre todos os padrões que a sociedade e a mídia querem que nós, mulheres, nos enquadrem, quando me deparei com a Websérie “Mulher Padrão Para de Me fud#!“.

Juliana Yurk, é pós-graduada em Cine e Arte pela Faculdade de Arte do Paraná, e teve a ideia de realizar essa web série que é veiculada no Youtube e no Facebook, ela contêm no momento a primeira temporada completa, com 11 episódios, cada um com menos de um minuto, e planos para uma segunda temporada, é muito bem produzida, cheia de humor e questionamentos.

Cada episódio é uma capsula de reflexão sobre como nós mulheres muitas vezes repetimos machismos ou comportamentos que nem sempre são algo que nós queremos repetir, como cada episódio é curtinho, é muito fácil de você assistir a todos em menos de 11 minutos, porém a reflexão continua dentro da nossa cabeça. Com certeza, quando vocês assistirem, vão se familiarizar com pelo menos 2 comportamentos que a protagonista tem.

Na série existem dois finais em cada vídeo, o final dentro do padrão, e o final em que a protagonista responde ou age da forma que ela queria, sem se importar com o que o namorado vai pensar dela, ou com o que ela aprendeu a vida toda que uma mulher tinha que ser ou fazer.

Em uma breve sinopse, é assim que os personagens Amanda (Tati Pasquali) e Zé (Rodrigo Feldman) são: Amanda é uma mulher decidida e apaixonada, namora com Zé há 8 meses e seu maior desejo é ser mais racional. Ela confronta sua própria mulher padrão e busca outros fins para sua história.

Zé é quase um bom partido, bem-sucedido, é o típico homem acostumado a viver no padrão. Machista, ele se espanta com as atitudes da namorada que sempre o surpreende com suas decisões nada convencionais.

12246711_996855830337201_1213500446699292161_n

O nome da série por si só já é bastante ousado e chama a atenção de cara para o questionamento, você está agindo dentro dos padrões ou está agindo por si própria?

Você precisa mesmo se descabelar por um homem que não te respeita ou é sua baixa estima que precisa disso? Muitas vezes agimos tão irracionalmente que depois ficamos nos perguntando se queríamos agir mesmo daquela forma, ou se foi algo externo que nos fez agir assim. Os padrões vão muito além de forma de corpo, o que devemos comer ou as roupas que devemos usar, o padrão nos dita como devemos agir nos nossos relacionamentos, como devemos agradar nossos homens, como devemos agradar as pessoas que estão em torno disso.

Sair do padrão é exatamente saber se você quer mesmo estar naquele relacionamento, em que o cara troca mensagens com outras mulheres, troca vídeos pornográficos, ou não deixa você comer o que você quer.  Sair do padrão é saber se você está agrandando seu namorado por que você quer mesmo, ou por que a sociedade te disse que a mulher tem que agradar o homem, de inúmeras formas que você acaba esquecendo de si própria.

Sair do padrão não é ser egoísta, mas empoderar a si própria, colocando as suas decisões num maior patamar, sabendo que seu corpo é importante, sua mente é importante, sua autoestima é importante. Não é uma questão de guerra entre sexos, mas sim, saber que se o homem te ama, ele vai te respeitar da forma que você for.

O mundo é um lugar muito promissor para as mulheres, e tenho fé que quem fizer o que gosta, o que sente, o que tá afim, vai se dar cada vez melhor, vamos sair dos padrões que nos impuseram e sermos felizes, não é isso o mais importante?

Muitas vezes, nós mesmas, mulheres que lutamos pela igualdade das minorias e maiorias, replicamos machismos diariamente sem perceber, ou sem saber que é machismo, a busca de informação é muito importante, mas o policiamento de nossas ações é mais importante ainda. Chega de replicar machismo, por que nos disseram que as coisas eram assim. As coisas tem que ser da nossa forma, com muito empoderamento, muita aceitação do corpo, muito amor próprio, muita felicidade.

Larga aquele cara babaca que não te dá o devido valor, ou muda tuas atitudes, que rapidinho ele vai descobrir que tu é uma mulher completa que não precisa de homem para te dizer isso. O empoderamento começa quando tu descobre que agir da melhor forma é agir como TU se sente bem.

Vamos sair dos padrões. Quem muda a si mesmo, muda o mundo.

Onde encontrar a Websérie:

Youtube aqui.

Facebook aqui.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s