Filmes

Guerra Civil e suas heroínas

Novidades-Guerra-Civil2

Fui assistir “Capitão América: Guerra Civil” na estréia, naquela tensão de aguardar por algo ótimo para cima, e dentro das minhas expectativas o filme me entregou aquilo que eu esperava. Foi divertido, mas ao mesmo tempo teve momentos de tensão, que eu ainda não havia visto em outros filmes da Marvel, fez eu me importar muito com os personagens e fez eu rir também.

O filme começa com muita ação e cenas de luta maravilhosas. As ações desse inicio de história, e os acontecimentos de “Vingadores: A Era de Ultron”, desencadeiam o interesse do governo em criar um tratado de registro dos super heróis e supervisionar todas as ações e missões deles. A partir desse momento você vê que todos os heróis tem opiniões sólidas e criveis para assinar ou não o tratado, você compra os argumentos de todos eles. Não vou dar muitos spoilers, pois quero que vocês assistam ao filme e tenham surpresas! Mas, posso adiantar que você não sabe de que lado ficar, há heróis que você gosta de ambos os lados, e após acompanhar eles por tantos anos, você só quer que eles parem de brigar e façam as pazes. Isso que fui com a convicção de ser time Capitão América.

Você, com certeza, vai notar que todos os personagens, sem exceção, evoluíram, seja num amadurecimento de personalidade, seja na forma como lutam e na potência de sua força, ou em ambas as coisas. Você vai ficar surpreso com alguns dos poderes mostrados no filme e com as sequências de luta.

O Homem Aranha e o Pantera Negra foram apresentados magnificamente, e deixaram a gente com muita vontade de ver os filmes solo deles, uma boa aula de como apresentar personagens que alguns outros estúdios deviam aprender.

Se você não leu as Hqs, não tem problema, pois existem pouquíssimas referências às histórias dos quadrinhos, uma pena, pois nos comics essa guerra civil é muito mais expansiva, engloba todos os heróis da Marvel, mais os vilões. Seria muito legal ver isso nos cinemas, mas ainda não foi dessa vez. Porém isso não atrapalha em nada a história do filme, que tem um roteiro muito bem escrito e redondinho, com inicio, meio e fim, juntando arestas que ficaram de outras histórias e dando um final digno de várias continuações que logo veremos nos cinemas.

guerracivil montagem

Mas, a parte que eu mais gostei do filme, sem dúvidas, foi como as personagens femininas foram trabalhadas.

Nós, mulheres, sempre temos a reclamação de que não existem personagens femininas, com as quais a maioria de nós nos identifique, ou por serem personagens irreais demais, ou por serem apelativas de alguma forma, afinal cinema de aventura, era feito para homens, e queremos que isso mude, pois também gostamos de filmes de ação e aventura, e se nos quadrinhos as personagens já ganharam um novo patamar (Tá aí a Ms. Marvel que não me deixa mentir), por que no cinema isso tá demorando tanto para acontecer?

Queremos personagens que sejam mais do que a namorada dos super heróis, mais do que o flerte do protagonista, mais profundas do que as heroínas mostradas no cinema até agora. E até certo ponto, Guerra Civil, me deu duas de presente.

Eles conseguiram finalmente fazerem eu gostar da Viúva Negra, que com suas cenas de combate, mostrou a que veio, e fez eu me inspirar a querer aprender algumas lutas. Ela chega a ser crucial num momento do filme e mostra que uma heroína pode sim ter um uniforme confortável para lutar contra o mal. A Viúva Negra está sensual na medida do possível, afinal ela é estrelada pela Scarlett Johansson. É a que está mais em conflito com sua decisão, pois ela tem esse sentimento de amizade e lealdade com vários dos heróis do filme, e te faz querer ver um filme sobre o passado da Romanoff. Pois queremos sim, mais Marvel nos cinemas, inclusive com mais filmes de heroínas da Marvel!

A Feiticeira Escalate promete muito ainda, mas já pudemos ver um vislumbre dos seus poderes, que estão cada vez mais fortes e sobre maior controle. Guerra Civil nos mostrou, que Wanda, pode ser frágil e forte ao mesmo tempo, vivendo conflitos dentro de si, vencendo esses conflitos, e empoderando a si própria. Quer algo mais lindo que isso num filme de super heróis? Ela é a minha preferida até agora. A Marvel levou para as telas do cinema o inicio do romance dela com o Visão, que vai ser bem legal de ser visto, até por que como heroínas que nos inspiram, elas podem também ter romances, mas ainda sendo protagonistas de suas próprias histórias. Os estúdios de cinema tem de observar que o amor não precisa ser tirado para escrever uma boa personagem feminina, mas sim que é necessário, acrescentar características de força e aptidões e não deixar esse romance ser o principal da personagem.

No filme existe também a Sharon Carter, ou Agente 13, ela é sobrinha da Peggy Carter (do primeiro Capitão América e da série Agent Carter), mas com ela, meio que usam a antiga fórmula, da agente que ajuda quando os heróis precisam e os flertes com o protagonista da história. De repente ela ainda seja melhor desenvolvida no futuro.

Lembro aqui, que são opiniões pessoais e que não sou profissional do universo cinematográfico, e sim uma fã, de cinema, de quadrinhos e de séries.

Espero que tenham gostado dessa crítica e que aproveitem para correr a assistir o filme nos cinemas.

Me contem nos comentários se já assistiram e o que acharam!

 

 

 

 

Anúncios

4 comentários em “Guerra Civil e suas heroínas

  1. Tenho esse mesmo sentimento de querer ver um filme com o passado da Viúva, acho ela uma personagem foda e às vezes pouco aproveitada… Wanda é uma grande surpresa e fiquei batendo palmas porque finalmente aproveitaram MUITO bem uma heroína e certamente até agora minha preferida do UCM. Ela é foda, ela é poderosa e muito bem retratada. Só querendo ver mais do romance dela com o Visão, que a propósito, estava muito bom também… Mas confesso que queria um pouco mais dele no filme.

    Quanto à Agente 13, eu me decepcionei. Realmente achei que fossem fazer dela uma personagem melhor, mas infelizmente foi, bem como tu dissestes, “a agente que ajuda quando os heróis precisam e os flertes com o protagonista da história”. Só isso? POXA! Ela tinha tudo pra estar em cenas de lutas boas também, tem potencial.

    Pantera Negra e Homem Aranha não tenho nem como descrever a beleza e magnitude desses dois. A forma como foram apresentados, uniformes, tudoooo que envolve eles, simplesmente perfeito.

    Ah e né…HOMEM FORMIGA DEMAIS, DEMAIS.

    Eu entrei Team Cap e saí Team Cap. hahaha

    Parabéns pelo seu texto!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Obrigada pelo comentário Victoria! Fiquei muito feliz com sua resposta à minha crítica. Também gostaria de ter visto mais do Visão e achei muito bem trabalhado o modo como ele está descobrindo os sentimentos e sensações humanas, o modo como ele ficou desconcertado por seus sentimentos pela Wanda foram muito bem retratados. A agente 13 foi mesmo uma decepção, acho que esperava ver mais da Peggy nela, mas não souberam passar isso para as telas do cinema, nem tudo é perfeito né.
      De qualquer forma estou entusiasmada com o MCU e espero ansiosamente pelos próximos filmes.
      Mais uma vez obrigada e volte sempre ao meu cantinho!
      Beijos!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s